Planeamento Estratégico

Planeamento Estratégico é a designação dada a qualquer processo sistemático de tomada de decisões estratégicas que afectam a empresa como um todo durante períodos largos de tempo.
4 fases:

Fase 1: Definição da missão empresarial

Todas as empresas têm uma missão, ou seja, algo que pretendem atingir ao longo da sua vida e que deve ficar clara desde o início. E deve servir como forma de motivação dos colaboradores. Ao longo do tempo a missão pode ter que ser alterada, por ter perdido a sua relevância face às novas condições da envolvente empresarial.

Fonte: Manual do Empreendedor

Fase 2: Identificação das unidades de negócios estratégicas

A maioria das empresas, mesmo as mais pequenas, operam em diversos negócios. Mas estes poderão nem sempre ser claros: uma empresa com 12 divisões, por exemplo, não tem necessariamente 12 negócios. Uma divisão pode incluir, por exemplo, dois ou três negócios distintos. Por isso, é importante que a gestão de topo defina todos os negócios para que cada um deles possa ser gerido como uma unidade individual com uma estratégia própria.

Fonte: Manual do Empreendedor

Fase 3: Análise do portfolio e da estratégia das unidades de negócio

O objectivo da identificação das unidades de negócio é a definição de objectivos estratégicos e de um montante de investimento apropriado a cada uma delas. Para tal, a gestão de topo tem que analisar o plano de negócios de cada unidade, decidindo posteriormente quais serão mantidas, quais necessitam de maior investimento e quais as que desaparecerão. Para tal, os gestores de topo terão que conhecer o seu portfolio de negócios e avaliar o seu potencial futuro.

Fonte: Manual do Empreendedor

Fase 4: Novo plano de negócios empresarial

Os planos da empresa para os seus negócios permitirão aumentar as suas vendas e a rentabilidade. Ela terá três alternativas de crescimento:

Crescimento intensivo: neste caso, a empresa optará simultaneamente por: penetração de mercado, ou seja, pelo aumento da quota de mercado, conquistando terreno aos concorrentes; desenvolvimento do mercado, ou seja, diversificando os negócios para áreas atractivas não relacionadas com os negócios actuais; desenvolvimento do produto, que consiste na identificação de novas oportunidades relacionadas com os produtos e os negócios actuais da empresa.
Crescimento integrado: consiste na integração de novos negócios na empresa, relacionados com os actuais, que lhe permitirão diminuir a sua dependência de outras empresas da indústria às quais subcontratava determinadas funções, por exemplo, a produção e a montagem.
Crescimento pela diversificação: faz sentido só quando existem boas oportunidades de negócio fora dos negócios tradicionais da empresa. Uma boa oportunidade é aquela cuja indústria é altamente atractiva, desde que a empresa tenha as capacidades de que necessita para ser bem sucedida.

Fonte: Manual do Empreendedor

Perguntas e Respostas:

P1: Qual a importância do Planeamento Estratégico para a minha empresa?
R1:Planeamento estratégico é o processo que fixa as grandes orientações que permitem às empresas modificar, melhorar ou fortalecer a sua posição face à concorrência. É uma ferramenta de apoio à gestão com vista ao desenvolvimento futuro da empresa, especificando a forma e os prazos de execução.

Home » Empreedorismo » Planeamento Estratégico

RSS Feeds | Newsletter | Contacte-nos

® Copyright Via Oceânica 2007 , Todos os direitos reservados Termos de Utilização | Política de Privacidade POS_Conhecimento União Europeia